Licença Maternidade para Aborto Natural

O aborto natural é muito mais comum do que se pode imaginar.

A licença maternidade é um benefício concedido à mamãe e ao papai quando ocorre o nascimento do bebê.

Este benefício é diferente para a mamãe e para o papai, pois a CLT (Consolidação de Leis Trabalhistas), entende que a mulher é mais necessária nos cuidados iniciais com o bebê em função principalmente da amamentação.

Desta forma, a mulher poderá se ausentar do trabalho entre 120 dias até  180 dias remunerados, e o homem poderá se ausentar do trabalho por 5 dias.

Ocorre que, se considerarmos o total de gestações desde a fecundação, estima-se que aproximadamente 30% à 40% das gestações não são concluídas em função do aborto natural, também conhecido como aborto espontâneo.

O aborto natural é fortemente influenciado pela malformação do feto ou alteração genética e portanto, o corpo o elimina naturalmente.

Chamando assim de feto, até parece uma coisa ou um objeto estranho.

O fato é que este feto já é um bebezinho, ele já tem um papai, uma mamãe, uma família e pertence à eles.

Nesta situação a lei não prevê licença aos pais para que possam se ausentar do trabalho por um período.

O que fazer com a dor e a tristeza da perda?

Quando tudo ao redor parece fazer de conta que nada aconteceu? O ideal seria que a mãe e o pai que passaram pelo processo do aborto natural tenham uma licença de alguns dias para procedimentos médicos que se fizerem necessários, para lidar e vivenciar o luto.

A fase do luto é importante e imprescindível. O casal precisa lidar com a dor, a tristeza, a frustração, as expectativas, as culpas e os medos. Quando eles farão isso?

Se na manhã seguinte o despertador toca: o trabalho chama por eles, como se nada tivesse acontecido.

Não é verdade! Aconteceu sim!

Aconteceu a CONCEPÇÃO de um novo ser humano. Ali está uma nova vida. Uma nova pessoa.

Essa nova VIDA existiu por alguns dias dentro da barriga da mamãe e dentro da família.

Após algum tempo por motivos maiores às compreensões da medicina e da mente humana, essa pessoa MORRE.

CONCEPÇÃO + VIDA + MORTE: eventos que ocorrem bem próximos e que são ignorados, dizem aos pais: “AGORA É SEGUIR À DIANTE!”

Eventos que são ignorados, sentimentos que são engolidos e uma pessoa que não tem direito nem a um nome e nem à um velório.

E a mamãe o que faz? Segue à diante, calada em sua tristeza, se refugia no trabalho, sem licença para chorar e sepultar seu filho.

Beijos carinhosos
Sofia Mateus
Professora de Constelação Familiar